quarta-feira, 13 dezembro, 2017

Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva

1. O que é a Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) ?

É um procedimento não invasivo, que usa pulsos magnéticos para provocar alterações controladas em uma parte específica do cérebro, de acordo com a necessidade de cada paciente.

2. Por que devo fazer Estimulação Magnética se já tomo algum tipo de remédio?

Porque 8% da população do mundo têm depressão que pode ou não estar relacionada com outras doenças. Destes, 1/3 respondem a um antidepressivo, 1/3 respondem a dois ou mais antidepressivos e 1/3 não respondem a nenhum antidepressivo. Há também aqueles que com o passar do tempo se tornam refratários à medicação, e a mesma para ter o resultado desejado. Outro fator é que os colaterais dos antidepressivos podem ser muito acentuados. A estes pacientes, a alternativa e a EMT.

3. Para que serve a EMT?

Tratamentos aprovados pelo Conselho Federal de Medicina

  • Depressão (unipolar e bipolar)
  • Alucinações Auditivas na Esquizofrenia
  • Planejamento Neurocirúgico

Tratamentos aprovados pelo COFFITO

  • Dor (nociceptiva e neuropática)
  • Acidente vascular encefálico (AVE/AVC)
  • Desordens mentais (depressão e esquizofrenia)

Demais aplicações (experimentais)

  • Distúrbios do Movimento (Parkinson, Tremor Essencial e Tourette)
  • Depressão relacionada ao Parkinson
  • Ansiedade
  • Dependência Química
  • Zumbido
  • Alzheimer

4. Qualquer pessoa pode submeter-se a EMT?

Qualquer pessoa que não seja portadora de implante coclear, clipe de aneurisma e marcapasso cardíaco.

5. A EMT dói?

Não. Ela pode provocar uma pequena sensação de repuxo na pele, mas no geral é indolor e sem mais efeitos colaterais. O paciente permanece sentado ou deitado durante a aplicação dos pulsos magnéticos.

6. É preciso tomar algum analgésico ou relaxante muscular para submeter ao tratamento?

Não. A EMT além de indolor, não provoca nenhum tipo de reação adversa ao paciente.

7. Como assim, nenhum tipo de reação adversa?

Muito raramente o paciente pode sentir uma leve dor de cabeça, uma tontura passageira ou relatar cansaço físico. Estes casos são raros, porém podem ocorrer. Na maior parte das vezes, o paciente passa pelas sessões do tratamento, se levanta da poltrona e vai embora como se nada tivesse acontecido.

8. Como eu avalio a evolução do tratamento?

O seu médico vai avaliar a sua evolução; o paciente vai se sentir mais seguro, com uma melhora na qualidade do sono noturno, melhora do humor e consequentemente melhora no relacionamento interpessoal, entre outros benefícios.

9. Quanto tempo dura o tratamento?

É feita uma primeira consulta de avaliação, após a qual o médico vai definir o número de seções a serem feitas. As avaliações são feitas individualmente. A primeira consulta e a primeira sessão duram 1 hora em média e as outras sessões tem a duração de 30 minutos no total.

10. Eu posso trazer uma pessoa de minha confiança junto comigo?

É permitida a presença de uma acompanhante durantes as sessões.

11. Frequência

Normalmente a frequência é diária, de segunda a sexta, durante a duração do tratamento.

12. É um tratamento novo?

Não. A EMT existe desde 1985 em todo o mundo. No Brasil ela foi introduzida massivamente em 2001 no Hospital das Clínica de São Paulo, com excelentes resultados.

Dr. Leonard Verea


É médico psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de Milão, Itália. Especializado em Medicina Psicossomática e Hipnose Clínica, o Dr. Verea é membro de diversas entidades nacionais e internacionais, como o CID CNV Istituto di Psicologia Analogica e di Ipnosi Dinamica, SIMP Roma-Italia, The International Society for Medical and Psychological Hypnosis, New York-EUA, ABMP.

Conheça o blog do Dr. Leonard Verea.